Umectação

Como fazer umectação capilar: tudo o que você precisa saber

Cabelove
Escrito por Cabelove em 28/08/2020
10 min de leitura
Como fazer umectação capilar: tudo o que você precisa saber

Os óleos vegetais e os cabelos são uma história de amor que não enfraquece, principalmente desde a polêmica sobre o silicone. Pronta para descobrir como fazer umectação capilar?

Eles têm sido o ingrediente principal na umectação de cabelos e pele secas há milhares de anos. Simples e natural! Com efeito, a beleza do nosso cabelo deve-se sobretudo à sua boa umectação pelo óleo naturalmente produzido no couro cabeludo: o famoso sebo. Este óleo protege o cabelo das agressões externas bloqueando-o e ajuda a manter o índice de hidratação interna dos fios. 

Quando o sebo natural se esgota (seja porque não é produzida em quantidade suficiente, ou principalmente porque tem dificuldade em fluir ao longo da fibra), a fibra seca, perde a flexibilidade e torna-se mais frágil. 

A umectação capilar é, portanto, uma boa forma de resolver isso, mas há algumas coisas que você precisa saber antes de aplicar óleo em seu cabelo. Confira abaixo!

O que é umectação capilar? 

A umectação capilar consiste simplesmente em aplicar e massagear os cabelos (comprimentos e pontas) com um óleo ou uma mistura de óleos vegetais adequados. 

Os benefícios? Nutre, hidrata e revigora os cabelos secos, ásperos ou danificados / partidos, combate o frizz, mas também em alguns casos o trata o couro cabeludo.

Como a umectação capilar hidrata e nutre os cabelos?

A beleza dos nossos cabelos deve-se sobretudo à sua boa lubrificação pelo óleo produzido naturalmente no couro cabeludo: o famoso sebo.

Este óleo protege o cabelo das agressões externas bloqueando-o e ajuda a manter o ritmo de hidratação interna dos fios, razão pela qual também tem virtudes hidratantes, mesmo que seja sobretudo pelo seu lado “nutritivo” (substância gordurosa). Por fim, permite que as escamas dos cabelos fiquem alisadas e bem montadas, para brilhar.

Quando falta sebo, a fibra seca, perde a flexibilidade e fragiliza-se, mas os óleos vegetais são, portanto, um bom remédio para superar isso revestindo sua superfície e protegendo-a.

Certos óleos mais penetrantes também podem preencher suas fissuras mais profundas no caso de cabelos danificados e degradados por (des) coloração, calor ou alisamento químico, por exemplo.

Como fazer umectação capilar?

Confira abaixo varias dicas para fazer uma umectação capilar:

Você deve aplicar o óleo em cabelos secos ou molhados?

Alguns profissionais recomendam umedecer previamente os cabelos com spray de água, por exemplo, para abrir as escamas, e assim promover a penetração e aplicação do óleo. 

Porém, outros cabeleireiros aconselham fazê-lo com os cabelos secos (é verdade que a água repele o óleo, parece mais lógico, mas vai do seu gosto.

Quanto óleo aplicar?

Dependendo do comprimento e da espessura do cabelo, pode variar de uma a três colheres de sopa de óleo.

Dica: Antes de aplicar o óleo, misture em uma tigela a quantidade necessária para uma aplicação, com um pouco de gema de ovo. 

As lecitinas, moléculas chamadas surfactantes, das quais a gema é feita, permitem que uma substância gordurosa se misture intimamente com a água. Isso lhe dará uma emulsão muito mais hidratante para o cabelo.

Obas: Também é recomendável combinar óleo vegetal com umectantes (glicerina, mel, aloe vera) para uma melhor hidratação.

Como aplicar o óleo no cabelo?

Você deve usar a ponta dos dedos para revestir principalmente as pontas do cabelo e, se necessário, o comprimento.

Divida o cabelo em 5 seções e desembarace com cuidado cada mecha. Trabalhe fio a fio, alongando e alisando os comprimentos.

Você também pode torcer e destorcer suavemente ou espremê-los. Não sature o cabelo com óleo: o cabelo deve estar completamente coberto e ensopado, mas sem pingar! 

A maior parte do óleo deve ser absorvida no final do tratamento, ou você não conseguirá enxaguar!

O mais importante é distribuir bem o óleo nos cabelos em pequenas quantidades. Insista nas áreas mais danificadas. Tenha cuidado para não chegar muito perto da raiz ou acabar com o couro cabeludo oleoso.

Você deve aplicar o óleo no couro cabeludo?

Observe que as pessoas que sofrem de couro cabeludo seco podem, em alguns casos, aplicar óleo sobre ele. 

Mas, é melhor consultar primeiro um dermatologista para não sufocar o couro cabeludo ou desenvolver caspa ou outro tipo de problema.

Molhe o couro cabeludo com a ponta dos dedos desenhando linhas sucessivas e depois aqueça um pouco de óleo nas palmas e coloque as mãos sobre ele, dos dois lados e vire a cabeça da esquerda para a direita e da frente para trás para massagear suavemente, ativar a circulação sanguínea, oxigenar e melhor para penetrar no óleo.

Quanto tempo deixar a umectação capilar agir?

Em geral, 30 minutos são suficientes porque a maioria dos óleos age apenas na superfície da fibra capilar.

Apenas certos óleos, como o óleo de coco, podem penetrar na cutícula, neste caso, um tempo de exposição durante a noite (8 horas) é recomendado para melhor reparação de danos e absorção total.

Se o comprimento do seu cabelo permitir, faça uma trança. Uma dica também, você pode aquecer suas toalhas, umedeça-as levemente e coloque-as no micro-ondas por 1 minuto.

Lave e enxágue o cabelo após a umectação capilar

Para preservar as virtudes nutritivas dos óleos, eliminamos os shampoos anti-residuos, ou seja, à base de sulfatos. 

Escolha um shampoo neutro (sem silicones ou agentes hidratantes adicionais sob o risco de saturar o cabelo) com uma base de lavagem suave.

Se você dosou o óleo corretamente, não precisa esfregar os comprimentos.
Lave apenas o couro cabeludo com xampu e deixe a água com sabão escorrer por toda a extensão ao enxaguar.

Isso deve ser suficiente para remover o excesso de gordura do cabelo e deixar o cabelo macio e hidratado. 

O pouco de óleo que sobrar formará uma bainha protetora ao redor do cabelo até o próximo tratamento. Nos dias seguintes, essa camada de gordura será gradualmente absorvida pela haste do cabelo. 

Acima de tudo, certifique-se de que o couro cabeludo está limpo e que pode respirar. Se necessário, você pode aplicar um condicionador hidratante em comprimentos ou outro condicionador de sua escolha. Cuidado para não sobrecarregar os cabelos: adicione apenas o necessário de acordo com o resultado obtido.

Como você pode ver, a umectação capilar é muito simples de ser feita e é muito benéfica para o nosso cabelo. 

Oi cabelovers,

O que você achou deste conteúdo? Me conta nos comentários <3

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *